quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Saiba qual é a melhor Panela para Saúde

Vamos começar a matéria sendo bem taxativos: não adianta selecionar alimentos orgânicos se sua panela não é de qualidade.
Saiba as vantagens e desvantagens dos 10 tipos de panelas mais usadas:


Vamos ajudar você a escolher a panela certa:
1. Panelas revestidas de cerâmica
Elas podem ser lindas, mas são compostas por substâncias tóxicas.
Isso porque, durante a fabricação, há o revestimento de polímero sintético, que é mais frágil do que o metal, durante apenas um ano.
Quando a panela é aquecida, o material vai sofrendo corrosão.
Como o esmalte é carregado com chumbo, para proporcionar resistência ao choque e uniformidade da cor, a química passa para seus alimentos – e isso faz mal, independentemente da quantidade.
2. Utensílios de cozinha antiaderentes (Teflon)
Os potes e as panelas antiaderentes tornam o seu trabalho de limpeza muito mais rápido, mas são altamente perigosos.
O utensílio antiaderente é fabricado com um revestimento sintético de politetrafluoroetileno, um polímero plástico que começa a liberar toxinas se aquecido acima de 230 graus Celsius.
Os materiais de teflon, como utensílios antiaderentes, foram associados a casos de câncer.
3. Panelas de alumínio e papel de alumínio
Todo mundo tem ou já teve panelas de alumínio em casa.
O problema é que elas corroem da mesma forma que as panelas de cerâmica.
E, quando isso acontece, a química se acumula no cérebro, nos pulmões, nos ossos e nos tecidos.
Resultado: fragilidade nas fibras nervosas, disfunção muscular e a potencial perda de memória.
Há cientistas que acreditam que o acúmulo do alumínio é a principal causa da doença de Alzheimer.
4. Panelas de cobre
Muita gente adora panela de cobre porque ela esquenta rápido e de maneira uniforme.
O problema é que ela também não é saudável.
O cobre não revestido passa rapidamente para sua comida.
E os revestidos contém níquel, que é tóxico e altamente alérgico.
A exposição a grandes quantidades de cobre no seu alimento vai enfraquecer o seu sistema imunológico, interrompendo sua função adrenal e tireoidea.
É claro que há panelas que nos proporcionam segurança, como:
1. Ferro fundido esmaltado
As panelas de ferro fundido revestidas oferecem os mesmos benefícios antiaderentes do teflon sem os fumos tóxicos.
Além disso, elas são relativamente fáceis de lavar e exigem pouca manutenção.
E tem mais: há uma grande variedade de cores e estilos.
2. Ferro fundido
A panela de ferro fundido não esmaltado tem manutenção mais trabalhosa que o ferro fundido esmaltado, mas é menos cara e aquece mais uniformemente.
O bom dessa panela é que mesmo que haja um pequena liberação de ferro, ela faz bem à nossa saúde, principalmente se estivemos com deficiência desse mineral.
3. Inox
Panela de inox é antiaderente, mais leve que o ferro fundido, resistente ao arranhão e dura mais do que os materiais revestidos.
Ou seja: uma das melhores opções!
4. Vidro
É sempre uma boa ideia!
Utensílios de vidro não liberam toxinas, então sempre prefira ele a recipientes de plástico.
Essas são as nossas dicas para que você garanta a qualidade dos seus alimentos.
É bom lembrar que, independentemente do material das suas panelas, você deve trocar com certa regularidade.

2 comentários:

  1. de barro não liberam tóxicos, mas demoram aquecer, experiência própria.

    ResponderExcluir